segunda-feira, 4 de junho de 2012

Extrema direita francesa cogita processar Madonna por vídeo


A Frente Nacional (FN, extrema direita) pode processar Madonna se ela utilizar em seu próximo show em Paris um vídeo que mostra o rosto da líder deste partido, Marine Le Pen, com uma suástica na testa.

Madonna utilizou este vídeo - uma montagem - em um espetáculo em Tel Aviv com o qual lançou sua nona turnê mundial, "MDNA World Tour". Neste show, a estrela lançou um chamado a favor da paz no Oriente Médio.

No vídeo, que foi projetado quando Madonna cantou "Nobody Knows Me", aparece primeiro a testa de Le Pen com uma suástica. Depois surge seu rosto inteiro, seguido pela imagem de um personagem parecido com o líder nazista Adolf Hitler.

Ao ser interrogado sobre se a FN processará a cantora por este vídeo, o vice-presidente do partido, Louis Aliot - que é companheiro de Marine Le Pen - respondeu "O partido verá isso quando ela cantar na França", disse Aliot.

Marine Le Pen, que foi candidata no primeiro turno das eleições presidenciais francesas, mostrou sua irritação com o vídeo."Quando velhas cantoras querem que falem delas, recorrem a coisas extremas. Se ela fizer isto na França, a esperaremos", advertiu a ex-candidata presidencial.

A cantora tem show marcado em Paris para dia 14 de julho.

Esta não é a primeira vez que a diva ataca a Frente Nacional: em 2006, Madonna associou em uma montagem visual Jean Marie Le Pen, fundador deste partido, com o ex-ditador iraquiano Saddam Hussein, e também com o fundador da Al-Qaeda, Osama bin Laden.

Nenhum comentário:

Postar um comentário